Colégio Ecologia

Desde 1991 educando para ser!

 

Colégio Ecologia celebra o dia do Circo


Respeitável público! Senhoras e senhores… Meninos e meninas… Damas e cavalheiros! O Colégio Ecologia tem a honra de comemorar o o Dia do Circo do circo com vocês!!!

A data foi criada em homenagem ao dia do nascimento de Abelardo Pinto, conhecido como palhaço Piolin, que nasceu em 27 de março de 1897, em Ribeirão Preto (SP). Abelardo, que comandou o circo Piolim por mais de 30 anos, chegou a fazer espetáculos beneficentes, junto com um grupo de artistas espanhóis, que lhe deram o apelido de Piolim, que significa barbante, devido às pernas compridas e também por sua magreza.

Seu pai havia sido dono de circo quando Piolim ainda era pequeno, local onde aprendeu a tocar violino, a fazer contorcionismos e acrobacias. Piolim era engajado com os movimentos artísticos e culturais, sempre preocupado em divulgar a arte como forma de expressão cultural.


O Circo de Piolim sempre ficava lotado durante seus shows

Foi homenageado pelos intelectuais da semana de arte moderna (Tarsila do Amaral, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Anita Malfati, e outros) em 1922, como o maior artista popular brasileiro. Em dois de agosto de 1931 recebeu uma homenagem de Mário de Andrade, através de uma crônica que demonstrava seu encantamento com a arte do circo de Piolim.

  O público se divertia muito com suas palhaçadas

Um dos maiores sonhos desse palhaço era montar uma escola circense, para manter as tradições artísticas e culturais do circo, mas morreu antes de concretizá-lo, aos 76 anos de idade, no ano de 1973.

Três anos depois de sua morte, em 1976, foi fundada a Associação Piolin de Artes Circenses, na extinta Casa do Ator, ambas sob coordenação de Francisco Collman. Nesta mesma época, na Secretaria do Estado da Cultura, havia uma Comissão de Circo e junto com a Associação, fundaram a Academia Piolin de Artes Circenses. Uma homenagem justa aos seus trabalhos e militância, mas infelizmente, a escola que levou seu nome chegou ao fim em 1983, por falta de políticas públicas sérias voltadas para a melhoria da estruturação da escola, no seu funcionamento ou financiamento.

A Caracterização do palhaço Piolim:

Piolim, figura lendária que por mais de cinqüenta anos reinou, com maestria, no “teatro do povo”. Sua caracterização foi sempre a mesma fisionomia, os mesmos traços físicos – vivos e sublimes.
Sua vestimenta era composta de um jaquetão maior do que o seu tamanho – bem exagerado, sapatos nº 84, bico largo e sua famosa bengala, que mais parecia um “anzol de pescar submarino”. Piolim, usava também um inconfundível colarinho branco.

“Meu sonho era ser engenheiro, mas apenas contruí
castelos de sonhos para muita gente”, 
Piolin

O Circo no Brasil:

Aqui no Brasil o circo começou com os ciganos e da forma itinerante no final do século XIX instalando-se nas pequenas cidades e fazendo espetáculos onde o palhaço sempre foi o personagem principal.

Hoje em dia embora o circo não seja mais a atração favorita e principal das crianças como era antigamente ainda tem seus espetáculos e melhor ainda hoje existem escolas e grupos espalhados pelo Brasil como o grupo Nau de Ícaros, Intrépida Trupe, Acrobáticos Fratelle e muitos outros.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Área Restrita


Esqueceu a senha?